COMO CRIAR UM FUNIL DE VENDAS?

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on pinterest

Todo cliente faz uma jornada para encontrá-lo. E seu objetivo, como empresário, é tornar a jornada o mais curta e lucrativa possível. Nas vendas e negócios, essa jornada é chamada de funil de vendas e ocorre mesmo sem a sua contribuição.

No entanto, o fato de o funil de vendas ocorrer naturalmente não significa que você não deve fazer nada para otimizá-lo.  Neste artigo, mostraremos como criar um funil de vendas.

O QUE É UM FUNIL DE VENDAS?

Um funil de vendas (também conhecido como processo de vendas, funil de compras e funil de marketing) é um modelo de vendas que ilustra todas as coisas que seus clientes em potencial fazem para se tornar seus clientes. Vamos considerar um exemplo tradicional:

Você está andando pela rua quando uma vitrine chama sua atenção. Você entra e vê o suéter de que precisa imediatamente. O assistente de loja avisa que está à venda e você saca seu cartão de crédito imediatamente.  Parabéns: você navegou com sucesso pelo funil de vendas!

Todas as ações que você tomou e tudo o que o proprietário da empresa fez para motivar sua compra fazem parte desse funil de vendas. Na realidade, o termo funil de vendas é usado para descrever todas as etapas que seus clientes em potencial tomam que os farão ou não pagar.

Você provavelmente nem pensa nisso em termos teóricos; você apenas sabe que, quando exibe um anúncio, recebe clientes. Agora, o truque é saber o que fazer para atrair muitos clientes e aumentar sua receita. Para entender a jornada do comprador, nós a visualizamos como um funil literal.

Muitas pessoas entram no topo do funil. São todas as pessoas que veem sua oferta em algum momento. A psicologia do comprador é o que faz a diferença máxima entre as pessoas que podem se tornar seus clientes (mas não o fazem) e as pessoas que seguem uma compra.

POR QUE VOCÊ PRECISA DE UM FUNIL DE VENDAS OTIMIZADO

Você já tem um funil de vendas. Então, por que você precisa estruturá-lo e fazer ajustes? Sem um funil estruturado, você não saberá o que funciona e o que não funciona.

O motivo número um é obter mais conversões. Você deseja aumentar sua receita e atrair mais clientes. No entanto, um funil de vendas aleatório não é o caminho para fazê-lo. Você estará deixando as coisas ao acaso. Ao criar um funil de vendas otimizado, você pode confiar nele para gerar mais e mais receita.

Você deseja “tapar os vazamentos. Todo funil de vendas vem com vazamento; as perspectivas caem em alguns pontos. Isso é natural. No entanto, você pode reduzir o número de desistências, aumentando suas chances de conversão.

Em terceiro lugar, um ótimo funil de vendas ajudará você a padronizar e automatizar a maneira como vende.  Em vez de se perguntar se suas ações e sua publicidade atrairão o interesse de seus clientes, você saberá exatamente o que fazer para transformar leads em possíveis clientes.

COMO FUNCIONA UM FUNIL DE VENDAS?

Um funil de vendas consiste em quatro estágios básicos:

1. Consciência

2. Interesse

3. Decisão

4. Ação

Na fase de conscientização, seus clientes em potencial são chamados de visitantes. Em seguida, na fase de interesse, leads demonstraram necessidade em comprar seu produto. Então, na fase da decisão, eles se tornam clientes em potencial.

E, finalmente, na fase de ação, os clientes em potencial tomam medidas para se transformar em clientes.

Quando falamos sobre funis de vendas, geralmente usamos o termo ” conversão”. ” A conversão pode pertencer à conversão entre estágios – quando um lead se torna uma perspectiva e assim por diante.

No entanto, a conversão também pode pertencer à fase final: o momento em que um possível cliente se transforma em cliente.

Para vencer essa conversão definitiva, você e seus clientes em potencial devem primeiro viajar pelos estágios do funil. E cada estágio é diferente.

COLOCANDO NA PRÁTICA

No estágio de conscientização, seus clientes estão vagamente cientes de sua oferta. Por outro lado, eles podem ter visto um anúncio ou pesquisado no Google um termo de pesquisa específico para o qual você tem uma boa classificação. Considere esse estágio como o primeiro ponto de contato com você e sua marca. Você tem que deixar uma boa primeira impressão. O objetivo desta fase é atingir o público certo e capturar sua atenção. Você deseja encontrar pessoas com problemas que seu produto possa resolver.

No estágio de interesse, você fornece aos seus leads um conteúdo que torna o produto ainda mais relevante para suas necessidades e vidas.

É aqui que você nutrirá os leads para se tornarem clientes em potencial. Geralmente, isso é feito por meio de campanhas por e-mail.

No entanto, você mostrará o valor do seu produto por meio de uma combinação de histórias pessoais sobre sua marca, depoimentos e até mesmo conteúdo de blog.

Quando seus leads têm certeza de que seu produto atende às necessidades deles, é hora de lançar e fazer a venda.

Por fim, você pode redirecionar leads e visitantes com publicidade paga. Você pode usar depoimentos de clientes altamente específicos. Ou você pode oferecer a eles um desconto ou uma oferta especial por tempo limitado.

Escrito por ADRSMARKETING
O Marketing Digital é uma excelente oportunidade para alavancar o seu negócio, trazendo mais visibilidade e proximidade com seu cliente.

Posts Relacionados

Marketing digital

BLOG: SAIBA COMO MONETIZAR O SEU

Monetize seu blog! Não seria ótimo se você tivesse a oportunidade de viver exclusivamente da renda do seu blog? Certamente sim! Mas apenas, a web